segunda-feira, 8 de maio de 2017

Projecto Funicular: Workshop de / by Yngvild Aspeli - Plexus Polaire

 WORKSHOP 
O ACTOR E A DUPLA PRESENÇA NO TEATRO DE MARIONETAS 
THE ACTOR AND THE DOUBLE PRESENCE IN PUPPET THEATRE 
Coordenação  Directed by
YNGVILD ASPELI - Plexus Polaire (NO)
..........
10 a 13 de Julho de 2017  10 to 13 July 2017
(Segunda a Quinta Monday to Thursday)
SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL - Sala de Ensaios


PROJECTO FUNICULAR
  Um projecto internacional de formação na área do Teatro de Marionetas do 
An international training project on Puppetry by 
CAMa - Centro de Artes da Marioneta / A Tarumba
Com o apoio de With the support of São Luiz Teatro Municipal
..........

Yngvild Aspeli é encenadora, marionetista e construtora de marionetas. Juntamente com a sua companhia, Plexus Polaire, coloca no centro da sua investigação artística a relação entre o actor-manipulador e a marioneta, através de imagens e palavras, sons e gestos, imaginação e matéria. Os seus espectáculos, que combinam subtileza, humor e crueldade, levam-nos para um mundo de imagens, dando vida aos nossos sentimentos mais recônditos.

The director, puppeteer and puppet maker Yngvild Aspeli, together with her company, Plexus Polaire, places at the center of the artistic research the relationship between the puppeteer and the puppet, through images and words, sounds and gestures, imagination and substance. The shows of Yngvild combine softness, humor and cruelty, leading us to a world of images and giving life to our innermost feelings.

DESTINATÁRIOS FORMarionetistas, actores, bailarinos, artistas plásticos, estudantes de artes performativas
Puppeteers, actors, dancers, visual artists, performing arts students
N.º PARTICIPANTES NUMBER OF PARTICIPANTS: 10
HORÁRIO WORKSHOP SCHEDULE: Segunda a Quinta das 10h às 13h e das 14h às 19h Monday to Thursday from 10am to 1pm and 2pm to 7pm
IDIOMA WORKING LANGUAGE: English  English
CUSTO FEE: 70€
DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO DEADLINE FOR APPLICATIONS: 
28 de Junho de 2017  28 June 2017
CONFIRMAÇÃO DE PARTICIPAÇÃO ATTENDANCE CONFIRMATION
30 de Junho de 2017  30 June 2017

INFO E INSCRIÇÕES INFO AND REGISTRATIONS
A inscrição no workshop (sujeita a selecção) é realizada através do preenchimento da ficha de inscrição, à qual deverá ser anexado um curriculum vitae actualizado e detalhado, acompanhado de carta de motivação.
The registration in the workshop (subject to selection) is made by the dully filled application form and by enclosing a detailed and updated curriculum vitae and a motivation letter. 
Pode enviar a documentação necessária via e-mail para  You can send all the documentation by e-mail for info@tarumba.org or projectofunicular@gmail.com

DESCARREGUE AQUI A FICHA DE INSCRIÇÃO E MAIS INFORMAÇÕES
DOWNLOAD HERE THE APPLICATION FORM AND MORE INFO



Workshop sobre a relação entre actores e marionetas de tamanho humano e, mais especificamente, a “manipulação em grupo".

“Durante o workshop, vamos olhar para a forma de como dar vida a marionetas através da precisão de gestos e movimentos, e como ‘escrever’ uma situação teatral através da interpretação e improvisação. Vamos concentrar-nos na relação entre o actor e a marioneta, e observar como esta relação pode ser uma ‘chave dramaturgica’.
Por que é interessante utilizar marionetas para contar uma história? O que permite a marioneta expressar, que seja diferente de um actor?
Vamos trabalhar em torno dos temas da presença e ausência: compreender como a marioneta pode ajudar a tornar verdadeira uma emoção ou um estado, e nos permite abordar temas humanos e sociais. A parte central do trabalho desenvolvido será como combinar ser um actor e um marionetista, e a "manipulação em grupo"; como um conjunto de actores pode construir uma situação teatral e, simultaneamente, dar vida à marioneta”.

Os participantes irão trabalhar com marionetas que Yngvild vai trazer: marionetas de tamanho humano, médio e de pequena dimensão, bem como objectos.

Estou interessada em como os actores, os marionetistas, a música, a cenografia e as luzes podem criar juntos uma linguagem teatral alargada.
- Yngvild Aspeli


Workshop on the relation between actors and life-sized puppets, and specifically “chorus-manipulation”.

“During the workshop we will look at how to give life to the puppets through precision of gestures and movements, and how to “write” a theatrical situation through play and improvisations. We will focus on the relation between actor and puppet, and look at how this relation can be a “dramaturgical key”. Why is it interesting using puppets to tell a story? What can the puppet allow us to express different than an actor? We will work around the themes of presence and absence: understanding how the puppet can help make concrete an emotion or a state, and allow us to express both human and social themes. A central part of the work will be how to combine being an actor and a puppeteer, and 'chorus-manipulation'; how a group of actors together can make a theatrical situation and at the same time give life to the puppet”.

The participants will work with puppets in three scales brought by Yngvild Aspeli; human-sized, middle-sized and small puppets as well as objects.

I am interested in how actors, puppets, music, set and lights together can create an expanded theatrical language.
- Yngvild Aspeli


BIO 
A norueguesa Yngvild Aspeli formou-se na École Internationale de Théâtre Jacques Lecoq em Paris, e na École Supérieure Nationale des Arts de la Marionnette de Charleville-Mézières (ESNAM). Trabalha como actriz e marionetista, e constrói máscaras e marionetas para diferentes companhias em França, Noruega e Inglaterra.
Yngvild Aspeli criou a companhia Plexus Polaire em 2008, que agrupa uma forte equipa com vários anos de colaboração, e novos artistas, consoante as criações. Criou três espectáculos no seio de Plexus Polaire: Signaux, Opéra Opaque e Cendres. Uma nova criação está em curso, Chambre Noire, uma peça sobre a feminista Valerie Solanas, inspirada em La Faculté des rêves, de Sara Stridsberg, com estreia prevista em Setembro de 2017.
O FIMFA Lx - Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas apresentou Opéra Opaque, em 2014, e na edição de 2017, Cendres.
Desde Setembro de 2016 é artista associada de Le Théâtre, scène conventionnée d’Auxerre. Anteriormente, de 2012 a 2015, foi artista associada da Compagnie Philippe Genty e da MCNN, Maison de la Culture de Nevers et de la Nièvre. Yngvild decidiu sediar a sua companhia em Nevers, e depois em Auxerre, escolhendo desenvolver as artes da marioneta em ligação com o território Bourgogne-Franche-Comté, enquanto continua permanentemente em digressões internacionais.


The Norwegian  Yngvild Aspeli graduated at École Internationale de Théâtre Jacques Lecoq, Paris, and at École Supérieure Nationale des Arts de la Marionnette de Charleville-Mézières (ESNAM). 
Yngvild Aspeli is an actress and puppeteer, and makes masks and puppets for different companies in France, Norway and England.
In 2008 she created Plexus Polaire, bringing together a strong team with several years of collaboration, and with new people joining the company, at each new performance. She created three shows within Plexus Polaire: Signaux, Opéra Opaque and Cendres. A new creation is under way, Chambre Noire, a piece about the feminist Valerie Solanas, inspired by Sara Stridsberg's La Faculté des rêves, scheduled to premiere in September 2017. 
Since September 2016 she is associated artist at Le Théâtre, scène conventionnée d'Auxerre. Previously, from 2012 to 2015, she was an associate artist at Compagnie Philippe Genty and MCNN, Maison de la Culture de Nevers et de la Nièvre. Yngvild decided to based her company in Nevers, and then in Auxerre, choosing to develop the puppetry art in connection with the Bourgogne-Franche-Comté territory, while continuing permanently on international tours.


PROJECTO FUNICULAR
Um programa de formação do CAMa - Centro de Artes da Marioneta | A Tarumba, iniciado em 2010, composto por workshops intensivos dirigidos a profissionais seleccionados em função do seu currículo e experiência. A inscrição é internacional e, devido à selecção, quer dos formadores, quer dos participantes, reúne diversas disciplinas artísticas, permitindo o encontro da marioneta com as outras artes.
O teatro de marionetas contemporâneo cruza diversas técnicas de manipulação ou campos artísticos. As técnicas tradicionais de manipulação são reinventadas. O actor-manipulador tem que saber controlar e manipular o seu corpo, a sua voz e, simultaneamente, apropriar-se da diversidade e liberdades estéticas que o teatro de marionetas e formas animadas permite.
O primeiro conjunto de workshops decorreu em 2010, com dois criadores muito importantes no teatro de marionetas e de objectos contemporâneo, Stephen Mottram e Agnès Limbos. Em 2011 decorreu o workshop de Jim Kroupa, antigo colaborador de Jim Henson, reconhecido internacionalmente no campo da construção de marionetas e mecanismos absolutamente exemplares, com um currículo vastíssimo neste campo, quer em espectáculos, séries de televisão ou no cinema. Em 2012 decorreram os worshops “Práticas de Criação para o Público Jovem: Luz e Movimento”, dirigido por Francesca Sorgato e Flop Lefebvre; e “Atrás do ecrã: a sombra e o teatro de sombras”, dirigido por Fabrizio Montecchi, do Teatro Gioco Vita, um dos grandes mestres do teatro de sombras. Em 2013 Agnès Limbos e Nicole Mossoux, da Cie Mossoux-Bonté, dirigiram o workshop “O Corpo face ao Objecto”. Thomas Lundqvist, considerado o maior especialista europeu de Bunraku, coordenou em 2014 o workshop “Bunraku: Anatomia e Manipulação”. Em 2015 decorreram os workshops “Corpo, Marioneta e Manipulação”, criado por Iris Meinhardt e dirigido por Antje Töpfer, “Imagens em Movimento no Espaço”, orientado por Kalle Nio e “Vídeo, Marionetas e Objectos no Espaço Cénico, dirigido por Gavin Glover. Em 2016 Natacha Belova dirigiu o workshop Aparição: “Criação e Construção de uma Marioneta à Escala Humana”; e Claire Dancoisne - Théâtre La Licorne coordenou o workshop “Iniciação à Máscara Completa. Criação de personagens em torno do universo da marioneta e abordagem à manipulação de objectos”.
Funicular Project: a training program of CAMa - Centro de Artes da Marioneta | A Tarumba of international workshops designed for professionals selected on the basis of their curriculum and experience. The registration is international and due to the selection of the trainers and trainees, combines puppetry with other art forms. The contemporary puppet theatre combines many manipulation techniques or artistic fields. The traditional manipulation techniques are reinvented. The puppeteer must know how to control and manipulate both his body and voice, and, simultaneously, taking advantage of the diversity and aesthetic freedoms from puppetry and animated forms.
The first set of workshops was held in 2010, with Stephen Mottram and Agnès Limbos, two very important creators in contemporary puppetry and objects theatre. In 2011 took place the workshop held by the American Jim Kroupa, one of the most famous and prestigious puppeteer and puppet builder who has worked on several Muppet projects on building mechanisms for puppets. In 2012 took place the workshops “Creating theatre for young audiences: light and movement” directed by Francesca Sorgato and Flop Lefebvre; and “Behind the screen: introduction to shadow and to the shadow theatre” directed by Fabrizio Montecchi, from Teatro Gioco Vita, one of the great masters of shadow theatre. Agnès Limbos and Nicole Mossoux, from Cie Mossoux-Bonté, directed the workshop “The Body and the Object” in 2013. Thomas Lundqvist, regarded as the European greatest specialist in Bunraku, coordinated in 2014 the workshop “Bunraku Puppet: The Anatomy and Manipulation”. In 2015 took place the workshops “Body, Puppet and Manipulation: Human Body - Human Doll” led by Antje Töpfer and created by Iris Meinhardt, “Moving Image in Space” led by Kalle Nio and “Video, Puppets and Objects in Performance” led by Gavin Glover. In 2016 Natacha Belova directed the workshop “Apparition: Creation of a Life-Sized Puppet; and Claire Dancoisne - Théâtre La Licorne directed the workshop “Introduction to Full Mask. Creating Puppet Characters. An approach to Object Manipulation”.


Sem comentários:

Enviar um comentário